Muda de Extremosa

Publicado em 20.06.2023 | comentários
Visualizações
368 visualizações

Muda de Extremosa

E aí, pessoal! Se você está pronto para embarcar no mundo maravilhoso do cultivo de plantas, você veio ao lugar certo! Como agrônomo com duas décadas de experiência, estou aqui para compartilhar com vocês o conhecimento necessário para regar, podar e fertilizar suas plantinhas com maestria. Hoje, vou falar sobre um dos meus favoritos: a extremosa. Essa beleza exuberante é conhecida por suas flores vibrantes e aroma irresistível. Então, pegue sua pá, prepare a terra e vamos aprender juntos como plantar mudas de extremosa. Tenho certeza de que em pouco tempo você estará desfrutando do espetáculo da natureza em sua própria casa. Vamos lá!

Como plantar muda de extremosa

Escolha o local adequado: A extremosa gosta de bastante luz solar, então encontre um local em seu jardim que receba pelo menos seis horas de sol direto por dia. Certifique-se de que o solo seja bem drenado para evitar o acúmulo de água, o que pode prejudicar a planta.

Prepare o solo: Remova quaisquer ervas daninhas e solte o solo utilizando uma pá ou ancinho. Adicione matéria orgânica, como composto ou húmus de minhoca, para melhorar a fertilidade e a estrutura do solo.

Cave um buraco: Faça um buraco no solo que seja ligeiramente maior que o torrão da muda. Certifique-se de que a profundidade seja adequada para a muda.

Plante a muda: Retire a muda do recipiente com cuidado e coloque-a no buraco que você cavou. Certifique-se de que a muda esteja nivelada com o solo circundante. Preencha o buraco com terra adicional, pressionando levemente para firmar a muda no lugar.

Regue a muda: Após o plantio, regue generosamente para garantir que a planta se estabeleça corretamente. Mantenha o solo úmido, mas evite encharcar. Nos primeiros dias, você pode precisar regar com mais frequência para ajudar a muda a se adaptar.

Cuidado contínuo: Após o plantio, acompanhe o crescimento da muda de extremosa. Certifique-se de regá-la regularmente, especialmente durante períodos de seca. Além disso, você pode realizar podas de formação para estimular um crescimento saudável e promover uma aparência mais bonita.

design sem nome 2023 06 20t134942 627

Como Regar muda de extremosa

Observe a umidade do solo: Antes de regar, verifique se o solo está seco. Toque suavemente a camada superior do solo com os dedos para determinar se está úmido ou seco. Se estiver seco cerca de 2 a 3 centímetros abaixo da superfície, é hora de regar.

Regue na quantidade certa: Evite excessos de água, pois o encharcamento pode levar ao apodrecimento das raízes. Regue lentamente e profundamente, o suficiente para que a água alcance as raízes da muda. Certifique-se de que a água esteja penetrando no solo.

Frequência de rega: A frequência de rega dependerá das condições climáticas, tamanho da muda e drenagem do solo. Em geral, regar duas vezes por semana durante o período de crescimento ativo é uma boa prática. No entanto, verifique sempre a umidade do solo antes de regar novamente para evitar excesso ou falta de água.

Evite regar por cima das folhas: Ao regar a muda de extremosa, direcione a água para a base da planta, na região do solo. Evite molhar diretamente as folhas, pois isso pode favorecer o desenvolvimento de doenças.

Regue de manhã cedo ou à noite: É melhor regar as mudas de extremosa pela manhã cedo ou à noite, quando a temperatura é mais baixa. Isso ajuda a reduzir a evaporação excessiva da água e permite que a planta absorva adequadamente a umidade.

Monitore as necessidades individuais da muda: Cada muda de extremosa pode ter necessidades de rega ligeiramente diferentes. Fique atento a qualquer sinal de sede, como folhas murchas, e ajuste a frequência de rega conforme necessário.

design sem nome 2023 06 20t135326 553

Como podar muda de extremosa

Espere o momento certo: O momento ideal para podar as mudas de extremosa é durante o período de dormência, geralmente no final do inverno ou início da primavera. Evite podar durante o período de crescimento ativo, pois isso pode afetar negativamente o desenvolvimento da planta.

Remova galhos mortos e doentes: Comece por examinar a muda de extremosa e identificar galhos mortos, secos ou doentes. Utilizando uma tesoura de poda afiada e esterilizada, corte esses galhos rente à base, próximo ao ponto de origem. Isso ajudará a manter a planta saudável, removendo partes danificadas que poderiam atrapalhar seu crescimento.

Faça podas de formação: Para moldar a muda de extremosa, você pode realizar podas de formação. Isso inclui a remoção de galhos cruzados, fracos ou que estejam crescendo em direções indesejadas. Corte esses galhos de volta para um ramo lateral saudável ou para um ponto de origem, para incentivar um crescimento mais equilibrado e uma estrutura adequada da planta.

Mantenha uma forma equilibrada: Ao podar, procure manter uma forma equilibrada e natural para a muda de extremosa. Evite podar excessivamente, pois isso pode prejudicar o crescimento da planta. Lembre-se de que a extremosa tende a ter uma forma arredondada e densa, então trabalhe para manter essa característica ao podar.

Limpeza e higiene: Após cada poda, certifique-se de limpar as ferramentas de poda com álcool ou uma solução desinfetante para evitar a propagação de doenças. Isso ajudará a proteger a planta contra infecções.

Acompanhe o crescimento: Observe o crescimento da muda de extremosa após a poda e faça ajustes conforme necessário. Continue monitorando a planta para remover quaisquer galhos danificados ou doentes que possam surgir ao longo do tempo.

design sem nome 2023 06 20t140158 542

Como fertilizar muda de extremosa

Escolha o fertilizante adequado: Opte por um fertilizante balanceado, que contenha proporções equilibradas de nitrogênio (N), fósforo (P) e potássio (K), além de outros nutrientes essenciais. Você pode encontrar fertilizantes específicos para plantas floríferas ou usar um fertilizante geral de liberação lenta.

Siga as instruções do fabricante: Antes de aplicar qualquer fertilizante, leia e siga as instruções fornecidas pelo fabricante na embalagem. As dosagens e frequência de aplicação podem variar dependendo do tipo de fertilizante escolhido.

Aplique o fertilizante no momento adequado: Aplique o fertilizante nas mudas de extremosa no início da primavera, quando a planta está entrando em seu período de crescimento ativo. Evite fertilizar durante o período de dormência.

Distribua o fertilizante uniformemente: Espalhe o fertilizante ao redor da base das mudas de extremosa, evitando o contato direto com as folhas. Em seguida, utilize um ancinho ou a própria mão para incorporar suavemente o fertilizante ao solo, garantindo uma distribuição uniforme.

Regue após a aplicação: Após a aplicação do fertilizante, regue as mudas de extremosa para que os nutrientes sejam absorvidos pelo solo e pelas raízes. Isso ajudará a evitar possíveis queimaduras nas raízes e a promover uma distribuição uniforme dos nutrientes.

Acompanhe as necessidades da planta: Observe o crescimento e a aparência da muda de extremosa após a fertilização. Se notar algum sinal de excesso de fertilização, como folhas amareladas ou queimadas, reduza a quantidade ou a frequência de fertilização. Ajuste as necessidades de fertilizantes com base na resposta da planta.

design sem nome 2023 06 20t140539 608

Como identificar e tratar doenças ou pragas que afetam a muda de extremosa?

Oídio (Powdery mildew): O oídio é uma doença fúngica que causa manchas brancas ou acinzentadas nas folhas, caules e flores da extremosa. Para tratar, remova as partes afetadas da planta e aplique um fungicida apropriado de acordo com as instruções do fabricante. Certifique-se também de fornecer boa circulação de ar ao redor da planta.

Podridão das raízes (Root rot): A podridão das raízes é causada por excesso de umidade e má drenagem do solo. Os sintomas incluem amarelamento das folhas, murcha e apodrecimento das raízes. Para tratar, verifique a drenagem do solo e ajuste conforme necessário. Remova as raízes podres e replante a muda em solo bem drenado. Evite regar em excesso e permita que o solo seque entre as regas.

Pulgões (Aphids): Os pulgões são pequenos insetos que se alimentam da seiva das plantas. Eles podem causar deformações nas folhas e transmitir doenças. Para controlar os pulgões, você pode utilizar água com sabão ou um inseticida específico. Certifique-se de tratar também as áreas inferiores das folhas, onde os pulgões costumam se esconder.

Cochonilhas (Scale insects): As cochonilhas são pequenos insetos que se fixam nas folhas e caules, sugando a seiva da planta. Elas podem causar amarelamento, murcha e enfraquecimento da muda de extremosa. Remova as cochonilhas manualmente com uma escova ou pano embebido em álcool. Se a infestação for intensa, utilize um inseticida específico.

Lagartas (Caterpillars): Algumas espécies de lagartas podem se alimentar das folhas e flores da extremosa, causando danos significativos. Remova manualmente as lagartas sempre que possível. Caso a infestação seja grande, utilize um inseticida apropriado, levando em consideração a segurança para outros organismos benéficos.

design sem nome 2023 06 20t140933 097

Qual a quantidade de luz solar que a muda de extremosa necessita?

As mudas de extremosa geralmente precisam de uma quantidade adequada de luz solar para um crescimento saudável e uma floração abundante. Elas preferem locais com bastante luz solar direta, especialmente durante as horas da manhã e da tarde. Recomenda-se que as mudas de extremosa recebam pelo menos 6 horas de sol direto por dia.

No entanto, vale ressaltar que as extremosas também podem tolerar algumas horas de sombra parcial, especialmente em regiões com climas muito quentes ou exposição direta ao sol intenso. Nesses casos, é importante garantir que a planta receba pelo menos algumas horas de luz solar direta para o bom desenvolvimento.

Em resumo, uma boa regra geral é fornecer pelo menos 6 horas de luz solar direta por dia para as mudas de extremosa. Isso ajudará a promover um crescimento saudável, uma floração vibrante e a melhor expressão de suas cores e aromas característicos.

design sem nome 2023 06 22t143140 609

Como proteger a muda de extremosa de condições climáticas extremas, como frio intenso ou calor excessivo

Proteção contra frio intenso:

Cobertura com mulch: Aplique uma camada de mulch orgânico, como casca de árvore ou palha, ao redor da base da muda. Isso ajuda a isolar as raízes e a reter o calor no solo durante o frio intenso.

Cobertura com tecido ou estufa: Se a temperatura estiver muito baixa, você pode cobrir as mudas com um tecido leve, como um véu de hortaliças, para protegê-las do frio excessivo. Se disponível, uma estufa ou estrutura de proteção pode ser usada para fornecer uma barreira adicional contra o frio.

Água antes do congelamento: Antes de uma previsão de frio intenso, regue as mudas de extremosa profundamente. A umidade no solo ajuda a minimizar os danos causados pelo frio.

Proteção contra calor excessivo:

Sombreamento: Durante períodos de calor intenso, você pode fornecer sombra parcial às mudas de extremosa usando sombrites ou tecidos leves. Isso ajuda a reduzir o estresse causado pelo sol escaldante.

Rega adequada: Durante ondas de calor, certifique-se de regar as mudas de extremosa adequadamente para manter o solo úmido. Evite regar excessivamente para evitar problemas de encharcamento.

Cobertura com mulch: Aplique uma camada de mulch orgânico ao redor da base das mudas para ajudar a manter a umidade do solo e reduzir a evaporação.design sem nome 2023 06 12t150507 668

Proteção durante as horas mais quentes: Se possível, coloque temporariamente uma tela ou tecido de sombreamento sobre as mudas durante as horas mais quentes do dia para protegê-las do sol intenso.

Curtidas Comentários

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.