Ornamentais

Como Cultivar Muda de Hibisco Medicinal

Publicado em 04.07.2023 | comentários
Visualizações
98 visualizações

Como plantar muda de Hibisco Medicinal:

Escolha o local adequado: O Hibisco Medicinal prefere locais ensolarados, com pelo menos 6 horas de luz solar direta por dia. Certifique-se de escolher um local com solo bem drenado e fértil. Evite áreas com encharcamento, pois o acúmulo de água pode prejudicar o crescimento da planta.

Preparação do solo: Antes de plantar as mudas, é importante preparar o solo adequadamente. Faça uma escavação no solo de cerca de 30 centímetros de profundidade e misture composto orgânico ou adubo bem decomposto para enriquecer o solo. Isso ajudará a fornecer os nutrientes necessários para o crescimento saudável do Hibisco Medicinal.

Plantio da muda: Faça um buraco no solo com profundidade suficiente para acomodar a muda. Retire a muda do recipiente com cuidado, tomando cuidado para não danificar as raízes, e coloque-a no buraco. Certifique-se de que a muda esteja nivelada com o solo circundante. Preencha o espaço ao redor da muda com solo, pressionando levemente para fixá-la no lugar.

design sem nome 67

Como regar muda de Hibisco Medicinal:

Observação do solo: Antes de regar, observe o solo ao redor da muda. A superfície do solo deve estar seca ao toque, mas o solo abaixo da superfície deve estar úmido. Afunde seu dedo cerca de 2 a 3 centímetros no solo para verificar a umidade. Se estiver úmido, espere um pouco mais antes de regar.

Frequência de rega: A frequência de rega depende de vários fatores, como clima, temperatura, umidade e tipo de solo. Em geral, as mudas de Hibisco Medicinal devem ser regadas regularmente durante os primeiros meses após o plantio para ajudar no estabelecimento das raízes. Isso geralmente significa regar duas ou três vezes por semana. À medida que a planta se desenvolve e se torna mais estabelecida, a frequência pode ser reduzida para regas semanais ou até mesmo a cada 10 dias, dependendo das condições.

Quantidade de água: Ao regar suas mudas de Hibisco Medicinal, é importante fornecer água suficiente para penetrar profundamente no solo e alcançar as raízes. Regue lentamente para permitir que a água seja absorvida gradualmente. Evite regar em excesso, pois o acúmulo de água pode levar ao apodrecimento das raízes. Uma dica útil é regar até que a água comece a sair pelos orifícios de drenagem no fundo do vaso ou até que o solo ao redor da muda fique bem umedecido.

Horário de rega: É preferível regar as mudas de Hibisco Medicinal nas primeiras horas da manhã ou à noite, quando a temperatura é mais baixa. Isso ajudará a evitar a evaporação rápida da água devido ao calor intenso do sol durante o dia. Além disso, evite regar nos horários mais quentes do dia, pois a água nas folhas pode levar ao desenvolvimento de doenças fúngicas.

shutterstock 310745315 1000x600

Como podar mudas de Hibisco Medicinal:

Timing: A melhor época para podar mudas de Hibisco Medicinal é durante a primavera ou no início do verão, quando a planta está em seu período de crescimento ativo. Evite fazer podas drásticas durante a estação de floração, pois isso pode reduzir a produção de flores.

Ferramentas adequadas: Use ferramentas de poda limpas e afiadas, como tesouras de poda ou tesouras de jardinagem. Certifique-se de desinfetar as ferramentas antes de usá-las para evitar a propagação de doenças. Uma solução de álcool isopropílico ou água sanitária diluída é eficaz para desinfetar as ferramentas.

Remoção de galhos mortos ou danificados: Comece removendo cuidadosamente quaisquer galhos mortos, doentes, danificados ou quebrados. Corte-os o mais próximo possível da base, fazendo um corte limpo e suave para evitar danos desnecessários à planta. Isso ajudará a promover o crescimento saudável e evitará a propagação de doenças.

Corte de galhos indesejados: Observe a estrutura da planta e identifique galhos indesejados ou que estejam atrapalhando o crescimento saudável. Corte esses galhos de volta para um ponto de ramificação saudável ou até mesmo até a base, se necessário. Isso ajudará a dar forma à planta e promoverá um crescimento mais compacto.

Desbaste: Em algumas situações, pode ser necessário fazer um desbaste para reduzir a densidade da planta e permitir uma melhor circulação de ar e penetração de luz. Remova alguns galhos menores ou cruzados para abrir o centro da planta. Isso ajudará a prevenir o desenvolvimento de doenças fúngicas e melhorará a saúde geral da planta.

download

Como fertilizar muda de Hibisco Medicinal:

Escolha o fertilizante certo: Opte por um fertilizante balanceado, como um fertilizante granulado de liberação lenta, que contenha proporções equilibradas de nutrientes essenciais, como nitrogênio (N), fósforo (P) e potássio (K). Procure por um fertilizante formulado especificamente para plantas com flores ou para hibiscos.

Frequência de fertilização: Durante o período de crescimento ativo, que geralmente ocorre na primavera e no verão, fertilize suas mudas de Hibisco Medicinal a cada dois meses. Evite fertilizar durante o período de dormência, que ocorre no outono e no inverno.

Quantidade correta: Siga as instruções do fabricante para determinar a quantidade adequada de fertilizante a ser aplicado. Geralmente, é recomendado aplicar cerca de 30 a 60 gramas de fertilizante por metro quadrado de área de plantio. Divida a quantidade recomendada em várias aplicações ao longo do período de crescimento ativo.

Aplicação do fertilizante: Espalhe o fertilizante uniformemente ao redor da área da muda, evitando que o fertilizante entre em contato direto com as folhas ou caules. Em seguida, incorpore o fertilizante no solo suavemente, usando um ancinho ou as mãos, e regue abundantemente para ajudar a dissolver e distribuir os nutrientes no solo.

Fertilização foliar: Além da fertilização do solo, você também pode considerar a fertilização foliar para fornecer nutrientes extras às mudas de Hibisco Medicinal. Dilua um fertilizante líquido adequado em água de acordo com as instruções do fabricante e aplique-o nas folhas da planta usando um pulverizador. Isso pode ser feito a cada duas semanas durante o período de crescimento ativo.

fertilizante

Como identificar e tratar doenças ou pragas que afeta uma muda de Hibisco Medicinal:

Manchas foliares: Manchas amarelas, marrons ou necróticas nas folhas podem ser um sinal de doenças fúngicas, como a mancha de cercospora. Remova as folhas afetadas e descarte-as adequadamente. Aplique um fungicida recomendado para a cultura do Hibisco Medicinal de acordo com as instruções do fabricante.

Oídio: O oídio é uma doença fúngica que se manifesta como um revestimento branco ou cinza nas folhas, caules e botões florais. Remova as partes afetadas e descarte-as. Aplique um fungicida específico para oídio de acordo com as instruções do fabricante. Melhore a circulação de ar ao redor da planta para reduzir a umidade.

Podridão das raízes: O excesso de umidade no solo pode levar ao apodrecimento das raízes. Se as mudas de Hibisco Medicinal apresentarem amarelecimento das folhas, murcha e raízes encharcadas, pode ser um sinal de podridão das raízes. Remova a planta do solo, lave as raízes e corte as áreas podres. Replante a muda em solo bem drenado.

Cochonilhas: Essas pragas são pequenos insetos que se alimentam da seiva das plantas. Elas se parecem com pequenos caroços ou protuberâncias nas folhas, caules e flores do Hibisco Medicinal. Use um pano embebido em álcool ou uma solução de água e sabão para remover as cochonilhas manualmente. Se a infestação for severa, aplique um inseticida específico para cochonilhas.

Pulgões: Os pulgões são pequenos insetos que se alimentam da seiva das plantas e podem causar danos significativos. Eles são encontrados agrupados nas folhas e brotos do Hibisco Medicinal. Use um jato de água forte para remover os pulgões das plantas. Se necessário, aplique um inseticida específico para pulgões.

pragas

Qual a quantidade de luz solar que a muda de Hibisco Medicinal necessita:

Luz solar direta: O Hibisco Medicinal prefere locais ensolarados, onde possa receber pelo menos 6 horas de luz solar direta por dia. A luz solar direta é essencial para estimular a produção de flores e garantir um crescimento robusto da planta.

Sombreamento parcial: Embora o Hibisco Medicinal seja uma planta que adora sol, em regiões com climas muito quentes ou extremos, ele pode se beneficiar de algum sombreamento parcial durante as horas mais quentes do dia. O sombreamento parcial pode ajudar a proteger as folhas da planta da exposição excessiva ao sol intenso, especialmente nas horas do meio-dia.

Posicionamento da planta: Ao escolher o local para suas mudas de Hibisco Medicinal, procure um local que receba a quantidade adequada de luz solar durante o dia. Posicione a planta onde ela possa receber o máximo de sol possível, como um local voltado para o leste ou oeste, onde a planta possa receber a luz solar da manhã ou da tarde.

Luz indireta: Se você não tiver acesso a um local com luz solar direta suficiente, é possível cultivar o Hibisco Medicinal em áreas com luz indireta, como perto de uma janela virada para o sul. Embora a planta ainda precise de alguma luz solar direta diariamente, ela pode tolerar uma quantidade ligeiramente menor de luz se receber uma luz indireta forte.

luz solar

Como proteger a muda de Hibisco Medicinal de condições Climáticas extremas, como Frio intenso ou Calor excessivo:

Frio intenso:

Cobertura protetora: Durante períodos de frio intenso, especialmente no inverno, cubra as mudas de Hibisco Medicinal com uma cobertura protetora, como um pano leve ou uma lona. Isso ajudará a proteger as plantas do vento frio e das temperaturas geladas.

Proteção noturna: Se houver previsão de temperaturas abaixo de zero durante a noite, cubra as mudas com uma cobertura protetora adicional, como um plástico ou uma estufa temporária. Certifique-se de que as plantas não fiquem abafadas e permita a ventilação adequada.

Mulching: Aplique uma camada de cobertura morta, como folhas secas ou palha, ao redor da base das mudas. Isso ajudará a proteger as raízes do frio intenso e a manter uma temperatura mais estável do solo.

Calor excessivo:

Sombreamento: Durante períodos de calor intenso, forneça sombreamento adicional para as mudas de Hibisco Medicinal. Use tecidos de sombreamento, telas ou até mesmo guarda-sóis para reduzir a intensidade da luz solar direta sobre as plantas. Isso ajudará a evitar que as folhas queimem e reduzirá o estresse por calor.

Rega adequada: Aumente a frequência de rega durante o calor intenso para manter o solo úmido. Evite encharcar o solo, mas certifique-se de que as raízes recebam água suficiente para combater a desidratação. Regue de manhã cedo ou à noite para evitar a evaporação rápida da água.

Mulching: Aplique uma camada de cobertura morta ao redor da base das mudas para ajudar a reter a umidade do solo e evitar a perda excessiva de água devido ao calor.

Proteção contra vento: O vento forte pode agravar o estresse das plantas durante períodos de calor intenso. Se possível, posicione as mudas em locais protegidos do vento ou forneça barreiras físicas, como cercas ou telas de vento, para reduzir a exposição ao vento forte.

clima

Ofertas Especiais
Curtidas Comentários

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.